• Jornal Esporte e Saúde

ABEAVT questiona SUSEP sobre falta de gestão do Seguro DPVAT


Presidente da ABEAVT, Ariel Leão / foto: Divulgação.


No mês de junho, a ABEAVT – Associação Brasileira das Empresas de Assessoria às Vítimas de Trânsito realizou uma reunião em ambiente virtual, com gestores da SUSEP, com a finalidade de obter respostas dos representantes da autarquia, em relação à ineficácia na gestão no atendimento da Caixa Econômica Federal, em seguir os procedimentos para concluir as análises e efetuar o pagamento dos beneficiários do Seguro DPVAT. A transmissão contou com a presença do Presidente da ABEAVT, Ariel Leão, do Vice Presidente Ademir Veras e dos diretores Junior Marion e José Antônio. O órgão regulador foi representado pelo Chefe da Procuradoria Federal junto à SUSEP, Jezihel Pena Lima; dos Diretores Técnicos Eduardo Fraga e Rafael Scherre; do Coordenador Geral de Supervisão dos Seguros Massificados, Pessoas e Previdências, Eduardo Santos Rente; e do Coordenador Geral de Fiscalização Prudencial, Carlos Roberto Alves de Queiroz.


A associação efetuou vários questionamentos aos diretores e coordenadores da SUSEP, com perspectiva de melhoria sobre a Centralização do pedido do Seguro DPVAT pelo aplicativo, a deficiência no atendimento presencial na Caixa, por não ter um setor específico para o atendimento, a falta de um Serviço de Atendimento ao Cliente 0800, para gerar chamado e até dar baixa em pendências geradas pela gestora, a separação do processo do cadastro, especificando as causas, a falta de um canal de ouvidoria, a falta de uma plataforma de cadastro para pedido de indenização, no portal da Caixa, a inexistência de uma perícia médica presencial, o atraso nos pedidos e a imposição da opção de recebimento da indenização, obrigando a vítima a receber em uma conta digital, sendo a mesma com um limite de R$ 600,00 de movimentação, não cumprindo a Lei 14.075, de 22 de outubro de 2020, citada no contrato da Caixa com a SUSEP, em seu inciso VI – limite total de ingressos mensais, no valor de até R$ 5 mil.


De acordo com o Presidente da ABEAVT, Ariel Leão, os executivos presentes que representaram a SUSEP durante o diálogo, tentaram de forma intrínseca justificar a deficiência no atendimento da Caixa Econômica Federal, relacionado Seguro DPVAT. “Quando entramos em contato com o órgão regulador, apresentamos as deficiências no atendimento e questionamos a ineficácia de toda gestão do DPVAT na Caixa Econômica. Ficou claro que SUSEP tentou com justificativas vagas, defender a Caixa e até justificar o motivo da morosidade e falta de cumprimento de prazo para conclusão dos processos. Ficou claro para um bom entendedor, que não adianta criticar a Caixa com a SUSEP, pois os mesmos a defenderá, ambos os órgãos pertencentes à União. O que percebemos é que não irá jamais se colocarem em confronto, será ilusão de quem assim imaginar. Além disso, os membros da SUSEP ainda solicitaram a comprovação das falhas. Na mesma hora, demonstramos tudo de forma contundente. E não vamos nos cansar de cobrar do órgão o que é correto. E mesmo com tamanha dificuldade, não enxergamos essa batalha como perdida”, explicou.

* Karem Soares / Assessora de Imprensa.


8 visualizações0 comentário