top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

A Diversidade como política de ESG é tema de live promovida pela Etesco

Palestra online aconteceu na tarde da sexta-feira (19) e faz parte de ciclo planejado pela empresa.


Foto: Divulgação


Assim como é no dia a dia, no ambiente corporativo, líderes e liderados são pessoas diferentes entre si, seja culturalmente, materialmente, intelectualmente ou afetivamente. E são essas questões que acabam por gerar conflitos em diversas situações. Esse foi o assunto que norteou a Live Gratuita “Concordâncias e discordâncias: Descubra como praticar uma liderança eficaz em tempos de diversidade”, promovida pela Etesco nesta sexta-feira (19). Aberta à comunidade, a palestra teve como objetivo comemorar o Dia Mundial da Diversidade Cultural (criado pela ONU e celebrado em 21 de maio). Para falar sobre o tema, o palestrante convidado foi Eddie Paiva, que – entre os títulos que traz no currículo – é mestre em Educação de Ciências e Saúde pela UFRJ, professor, orientador profissional e empreendedor, vencedor de dois prêmios Shell Iniciativa Empreendedora, escritor especialista em programação neurolinguística, e consultor de desenvolvimento humano organizacional. A gerente da Etesco, Giselle Chunques, ressalta a iniciativa da Etesco em abordar questões atuais em atividades em que são promovidas a cultura, o conhecimento e o reconhecimento da diversidade como inclusão. “A Etesco está cada vez mais consciente do seu papel na sociedade e segue em busca do crescimento econômico com padrões de exigência que superam o atendimento à legislação, tendo como base os benefícios diretos e indiretos de incluir ou aumentar o peso dos critérios de ESG (sigla em inglês de Environmental, Social, Governance) na condução dos negócios. Para conscientizar seus colaboradores, parceiros comerciais e a sociedade como um todo, estamos realizando uma série de palestras que abordam temas ambientais, sociais e de governança, tratados nos critérios ESG. Na palestra desta sexta-feira (19), o critério abordado foi o ‘S’ onde o objetivo foi conscientizar as pessoas ao cuidado com o outro, ao respeito, ao diálogo, à equidade e, principalmente, ao combate ao preconceito e discriminação”, comemora Giselle. Ao iniciar a palestra, Eddie Paiva deixou clara a necessidade de se compreender que os lugares de fala de cada pessoa são acompanhados das vivências e experiências de cada um. “Mas de que diversidade estamos falando? Estamos falando de seres humanos em sociedade organizada com valores, crenças e características diversas. Dentro desse universo, muita coisa acontece no ambiente de trabalho e em inciativas públicas. Nossas sociedades são diversificadas e temos que aprender a conviver respeitando o nosso pluralismo. Com isso, são necessárias políticas que favoreçam a inclusão”, observou. O palestrante acrescentou que quando há um choque de cultura dentro de um ambiente de trabalho, é preciso saber lidar com a situação. Outras questões abordadas foram os Direitos Humanos, racismo, LGBTfobia e etarismo, assuntos também frequentes no ambiente corporativo. “Conhecimento intelectual diferente, convicção ideológica, religiosa, tudo isso se transpõe para o trabalho. Às vezes, estamos de acordo parcialmente, então é preciso deixar claro o que daquilo você concorda e não concorda. A comunicação é extremamente importante para se chegar a esse meio termo. Informação e conscientização são fundamentais, pois as diferenças entre as pessoas devem ser ponderadas, para que elas possam acessar as mesmas oportunidades. Podemos pensar em contexto de empresa, mas isso pode ser aplicado em família, escola, bairro, município, estado, na sociedade”, explicou. Sobre a Etesco Com 65 anos de história, a Etesco é uma empresa genuinamente brasileira, considerada uma das empreiteiras mais tradicionais do país. Durante sua existência, a Etesco executou centenas de projetos, principalmente nas áreas de água e esgoto, óleo e gás, rodovias, obras civis e montagens, sistemas de drenagem e concessões de infraestrutura em todo o Brasil. A empresa adquiriu experiência internacional em projetos desenvolvidos em países tais como Estados Unidos, Holanda, China, Coreia do Sul, Cingapura, Costa Rica, Paraguai e Nigéria. Em Macaé, a Etesco fica à Alameda Tenente Célio, 185, Novo Cavaleiros.


* Texto: Carla Cardoso / assessora de imprensa.





2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page