top of page
  • Foto do escritorJornal Esporte e Saúde

5 dicas de como evitar gripe e resfriado

Reprodução/Internet


Se a prevenção é o melhor remédio, conhecer os principais métodos de como evitar gripe e resfriado é uma boa alternativa para evitar algumas das infecções respiratórias mais comuns no mundo todo. Anualmente, a estimativa é de um bilhão de casos de gripe, com até cinco milhões desses sendo considerados graves.


Nesse post, vamos mostrar um guia prático de cuidados e dicas para prevenir essas doenças, explicando a importância de cada atitude. Também iremos explicar as diferenças e similaridades entre gripes e resfriados.


Quer saber o que é bom para gripe? Então continue lendo!


5 dicas de como evitar gripe e resfriado + como elas ajudam


A prevenção de gripes e resfriados pode ser resumida em três partes principais, que são:


fortalecimento da saúde e imunidade;

prevenção das principais formas de transmissão do vírus;

vacinação anual contra a gripe.

Começamos com o cuidado com a nossa saúde, para buscar uma vida mais ativa, alta imunidade e bem-estar para corpo e mente. Isso envolve praticar exercícios, saber a hora de relaxar e cuidar da dieta, incluindo alimentos bons para gripe e resfriado.


A seguir, temos que evitar o contato com o vírus, que está em circulação o ano todo, mas fica mais forte nos meses de outono e inverno.


Por fim, é importante esclarecer como funciona a vacina da gripe e por que é importante tomar o imunizante todo ano.


1. Alimentação

equilibrada e nutritiva


O cuidado com a alimentação é fundamental para a saúde. Consumir vitaminas e minerais essenciais para as funções do organismo é um ótimo passo para desfrutar de mais bem-estar, além de fortalecer a imunidade.


Quando nos perguntamos qual a melhor vitamina para a gripe, é comum pensarmos na vitamina C ou que o limão previne a gripe, mas a verdade é que precisamos de bem mais que isso. Confira algumas das vitaminas e minerais mais importantes para a saúde e onde encontrar cada um deles:


2. Prática de atividades físicas


É comprovado que a prática de atividades físicas é capaz de melhorar a ação do sistema imune. Mesmo exercícios leves, como a caminhada, praticados regularmente, podem estimular a resposta do sistema imunológico a invasores, combatendo vírus e bactérias com maior eficiência, além de controlar inflamações com maior facilidade.


Também é importante citar que ao se exercitar, a pessoa também desfruta de mais disposição e energia para enfrentar as tarefas do dia a dia, além de estimular a produção de hormônios responsáveis pela sensação de alegria e bem-estar no sistema nervoso.


3. Bons hábitos de higiene


Hábitos de higiene pessoal são atitudes simples e efetivas para evitar gripes, resfriados e outras doenças causadas por vírus. Para isso, você deve tomar os seguintes cuidados:


lave as mãos com frequência, utilizando água e sabão;


quando não puder lavar as mãos com água e sabão, utilize álcool e gel para fazer a higienização, especialmente após tocar em superfícies que podem estar contaminadas, como interruptores, maçanetas e corrimões;


evite tocar o rosto quando estiver em locais públicos, principalmente sem antes higienizar as mãos adequadamente;


não compartilhe objetos de uso pessoal, como canetas, copos e talheres.


4. Ambientes limpos e ventilados


A principal forma de transmissão da gripe é pela inalação de partículas de saliva contaminadas com o vírus, que podem ser dispersas no ar do ambiente. Para evitar esse problema, é ideal manter salas e escritórios bem limpos e com ventilação natural.


Assim, a renovação do ar é mais frequente e diminui a concentração de microrganismos inaláveis. Também é recomendado evitar aglomerações e choques térmicos, como ao sair e entrar em ambientes climatizados com muita frequência.


Muitas pessoas em um local fechado aumenta o risco de transmissão de gripes e resfriados, enquanto o choque térmico pode diminuir a eficácia das barreiras de defesa do organismo.


5. Vacina contra a gripe


A vacina da gripe é produzida constantemente para combater as principais formas da doença em circulação a cada período. Como o vírus sofre mutações constantes, seria difícil criar um imunizante para todas as variantes.


Ao tomar a vacina contra a gripe todo ano, é possível adquirir imunidade contra as cepas em alta a cada período, aumentando a eficácia do imunizante. Ela não oferece risco de causar infecções, pois é produzida com uma versão desativada do vírus.


Como o resfriado é causado por uma variedade maior de vírus, ainda não é possível ter um imunizante eficiente para esse tipo de infecção.


O que são a gripe e o resfriado?


Existem muitas similaridades e diferenças entre a gripe e o resfriado comum. Entender esses fatores é importante para se cuidar adequadamente em cada situação, sabendo o que é eficiente para evitar cada uma delas ou ambas, na melhor hipótese.


O resfriado comum é uma infecção do sistema respiratório superior, que pode ser causado por mais de 200 vírus diferentes. Ele atinge principalmente as fossas nasais e a garganta, provocando inflamações e sintomas de intensidade moderada.


Já a gripe é causada apenas pelo vírus da Influenza, que possui tipos e subtipos diferentes, mas ainda assim é uma única classe de patógeno. Isso possibilita a criação de uma vacina eficiente, como veremos adiante.


Também é importante destacar que a infecção causada pelo vírus da gripe é mais intensa, atingindo todo o sistema respiratório e gerando complicações mais graves, como a pneumonia, por exemplo.


Sintomas de gripes e resfriados


Em relação aos sintomas de gripes e resfriados, também é comum ter uma lista parecida, com algumas diferenças pontuais. Podemos observar isso na tabela abaixo:


Como podemos ver, tem pouca diferença de uma para outra. De modo geral, a principal é que a gripe costuma provocar febre em quase todos os casos, com início súbito logo que surgem os primeiros sintomas.


No resfriado, a febre é rara e não costuma superar os 38 ºC com muita facilidade. Essa queixa é mais comum em crianças, idosos e pessoas com a imunidade comprometida.


De modo geral, também é importante notar que o quadro de gripe tende a durar mais que o resfriado, assim como ter uma intensidade maior. O mal-estar da gripe pode levar até dez dias para passar, enquanto o resfriado tem uma média de quatro a sete dias.


Como evitar gripe e resfriado? Tratando os sintomas



Para tratar os sintomas, é imprescindível fazer repouso, beber bastante água, manter uma alimentação leve e nutritiva, com sopas, caldos e chás, que fornecem vitaminas e minerais importantes para a recuperação.


Também é possível tomar remédios para gripe, que combinem ação antialérgica, analgésica e antitérmica, para reduzir a irritação causada pela inflamação, aliviar as dores no corpo e ajudar a manter a temperatura sob controle, evitando a febre persistente.


Mesmo com as dicas de prevenção, ainda é possível pegar uma gripe ou resfriado. Portanto, cuide-se para que a recuperação aconteça com tranquilidade e rapidez. Se quiser saber mais sobre o que fazer nesses casos, confira a sessão Sintomas da Gripe no Portal da Saúde.



Divulgação:


- Academia & Estética

Endereço:

Av. Agenor Caldas, 635 - Imbetiba, Macaé


Luciana Perfumes e Presentes / 22 99824-9701 / Macaé / RJ





5 visualizações0 comentário
bottom of page