• Jornal Esporte e Saúde

3,9 milhões podem sacar hoje novas parcelas do auxílio de R$ 600

Beneficiários nascidos em janeiro terão também liberada neste sábado a transferência do valor depositado na poupança digital para outras contas



Parte das agências da Caixa abre hoje, das 8h às 12h, para atender beneficiários

ANDRE MELO ANDRADE/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO


A Caixa libera neste sábado (19) o saque de novas parcelas do auxílio emergencial para nascidos em janeiro. São 3,9 milhões de beneficiários do ciclo 2 do calendário de pagamento que poderão resgatar em dinheiro da 1ª à 5ª parcela de R$ 600, dependendo da data que entraram no programa. Também será liberado o saque emergencial do FGTS para os nascidos em maio.


O banco vai abrir parte das agências, das 8h às 12h, para o atendimento dos beneficiários que também podem sacar nos caixas eletrônicos e lotéricas. A transferência dos valores, via aplicativo Caixa Tem, para outras contas também estará liberada para esses grupos.


Das 165 agências que abrirão no Estado de São Paulo, 74 unidades estão localizadas na Grande São Paulo, sendo 36 na capital. A relação de agências que estarão abertas pode ser conferida no site do banco: www.caixa.gov.br/agenciasabado.


A Caixa reforça que todas as pessoas que procurarem atendimento durante o funcionamento das agências serão atendidas. Não é preciso chegar antes do horário de abertura.


- Auxílio extra


O auxílio foi criado para a população de baixa renda e trabalhadores informais enfrentarem a crise provocada pela pandemia de coronavírus. De três parcelas, passou para cinco de R$ 600 cada, no caso de mãe chefe de família, R$ 1.200. Agora mais quatro com valor menor, de R$ 300, serão pagas até dezembro. O benefício já foi pago a 67,2 milhões de pessoas, num total de R$ 197 bilhões.


O pagamento das parcelas extras para o Bolsa Família começou na quinta-feira (17) e vai até o dia 30, de acordo com o final do NIS. Para os demais grupos, ainda não foi definido pelo Ministério da Cidadania, mas deverá ser incluído no calendário organizado por ciclos de crédito em conta digital e saques em espécie até o final do ano. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento.


* https://noticias.r7.com/economia/.


3 visualizações0 comentário